Alfandegamento da unidade Itajaí Terminal REDEX reforça posição da empresa no mercado de importação

A unidade Localfrio Itajaí acaba de receber autorização da Receita Federal para atuar no regime de Centro Logístico e Industrial Aduaneiro (CLIA). Com uma área total de 77.600 m² e 5.538 TEU´S de capacidade estática, o terminal está presente no complexo Itajaí/Navegantes que representa, atualmente, o 2º maior porto do Brasil em importação. A empresa também atua com áreas alfandegadas nos Portos de Santos e Suape.

A Localfrio adquiriu a Unidade em Itajaí em 2004 e desde então já foram mais de R$30 milhões de investimento. Para adequação da infraestrutura do terminal, por conta do novo regime de atuação, a empresa fez novos investimentos de aproximadamente R$ 3 milhões e a expectativa é que a unidade dobre seu faturamento nos próximos 5 anos.

O foco da unidade agora, que já trabalha com grande volume de cargas de exportação, é buscar novos clientes para as operações de importação, que atuem, de preferência, em dois ou nos três portos em que a Localfrio está presente. Desde o início do ano, a equipe comercial está trabalhando nesta prospecção e já possui alguns clientes que estavam aguardando a autorização e agora poderão iniciar suas operações. A empresa trabalhará ainda com a integração dos serviços, já que atua também no mercado de transporte rodoviário na região.

O CEO da Localfrio, Helio Vasone Jr., ressalta que por mais de 10 anos a empresa dedicou-se ao desenvolvimento da região de Itajaí, focando os esforços para atender o mercado de Armazém Geral e Exportação de forma eficiente e com alto padrão de qualidade. “A Localfrio entra, agora, em uma nova era, aproveitando a experiência já adquirida em outras unidades do Grupo para trabalhar também com as cargas de importação na unidade de Itajaí”, revela o CEO.