Em 2006, a cidade do litoral paulista adotou as práticas sugeridas na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (ECO-92 ou Rio-92), ocorrida em 1992 com 177 países. Quando se formou o Fórum Permanente do Guarujá, em 2010, a Localfrio passou a fazer parte do projeto, sugerindo ideias para garantir o desenvolvimento da região de forma sustentável, sendo eternizada no livro Agenda 21 dois anos depois.

Segundo os critérios adotados na ECO-92, o setor produtivo deve exercer o seu papel no fortalecimento das ações socioambientais com políticas elaboradas em parceria com o poder público e a sociedade civil. Em reuniões com representantes de todas as classes, os problemas e as oportunidades são discutidos para garantir o desenvolvimento social, cultural, educacional, tecnológico, político e econômico em todos os cantos do mundo. Por meio de um plano de ações, as forças que movem cidades e Estados podem vencer os desafios ambientais e garantir às gerações do futuro a preservação dos ecossistemas e, consequentemente, de todo o planeta.