Fechar [X]
LOCALFRIO ON-LINE





Monthly Archives: novembro 2016
Localfrio promove campanha para cadastro de doadores voluntários de medula óssea

Empresa realizou ações em suas unidades em São Paulo e Pernambuco

img_5106

A história de luta de um adolescente contra a leucemia inspirou a Localfrio a realizar uma campanha de incentivo ao cadastro de doadores de medula óssea. Caio Assis, de 16 anos, convive há 3 com a doença, e aguarda o transplante como única chance de cura.  Sua tia Rozane Souza, colaboradora da unidade Guarujá Terminal I Alfandegado, viu na empresa uma oportunidade de divulgar e desmistificar a doação de medula. “A Localfrio sempre apoia causas sociais importantes, e pensei que essa com certeza poderia ser mais uma. Procurei o departamento de Comunicação, que topou na hora e rapidamente entrou em contato com o Caio para conhece-lo melhor.”

A campanha teve início com a divulgação de material informativo aos colaboradores, revelando a facilidade do processo de cadastramento no REDOME, banco nacional de doadores, e do procedimento para a doação em caso de compatibilidade. Muitas dúvidas surgiram e a gerente de Comunicação, Mariela Braga, buscou parceiros para realizarem palestras nas unidades. “Apesar de simples, o processo ainda gera insegurança nas pessoas, por conta dos diversos mitos que existem, como a confusão entre medula óssea e espinhal. Resolvemos então trazer especialistas para dentro da empresa, que explicaram detalhadamente todas as etapas do procedimento”, revela Mariela.

Durante estes encontros, surgiu a oportunidade de realizar o cadastro in loco. “Os representantes do Pró Medula Santos, que estiveram em nossa unidade do Guarujá, nos indicaram o Laboratório de Imunologia de Marília, que já havia realizado coletas em algumas empresas. Entramos em contato e rapidamente conseguimos agendar o cadastro”, conta Mariela.

No mês de outubro, o laboratório esteve no Escritório Central e nos dois terminais da empresa no Porto de Santos, realizando 193 novos cadastros de colaboradores. Em Pernambuco, a Localfrio contou com o apoio do Hemope – Hemonúcleo de Pernambuco –  para realizar a ação. Em dois dias, foram cadastrados 127 novos doadores de medula nos dois terminais da empresa no Porto de Suape.

Para Mariela, a campanha superou as expectativas. “Para uma primeira experiência, consideramos a adesão excelente. Somos agora 320 novas chances de salvar a vida de alguém, além de propagadores de informações entre familiares e amigos”, comemora. “Vale ressaltar que tudo isso só foi possível graças ao engajamento dos nossos colaboradores, além do apoio de grupos voluntários e laboratórios que realizam o cadastro com verbas e materiais fornecidos pelo Governo Federal, a quem agradecemos imensamente”, completa.

A gerente de Comunicação revela ainda que a campanha não acaba por aqui. “Divulgamos a ação em nossas redes sociais e algumas empresas do setor já nos procuraram em busca de informações e contatos. A ideia agora é envolver os nossos clientes, parceiros e até mesmo os concorrentes nessa corrente do bem, mostrando a eles a facilidade de realizar esta campanha, que teve custo zero e trouxe um resultado de valor inestimável”.

SOBRE A LOCALFRIO

A Localfrio opera há mais de 60 anos, de Norte a Sul, nos principais portos do Brasil. Trabalhando de maneira inteligente e personalizada, a empresa conta com profissionais altamente especializados e tecnologia de ponta para soluções integradas e customizadas em todas as unidades de negócios.

Operando em sete unidades de negócios que são referências em todo o país, a Localfrio possui o know-how e qualidade em todos os tipos de cargas, adaptando-se aos diversos segmentos, oferecendo serviços integrados em terminal alfandegado, armazém geral, transporte e armazém frigorífico.

 

ATENDIMENTO:

Departamento de Comunicação e Marketing

(11) 3049-6570 – ramal 6301

comunicacao@localfrio.com.br


LOCALFRIO PROMOVE CAMPANHA PARA CADASTRO DE DOADORES VOLUNTÁRIOS DE MEDULA ÓSSEA

Empresa realizou ações em suas unidades em São Paulo e Pernambuco

A história de luta de um adolescente contra a leucemia inspirou a Localfrio a realizar uma campanha de incentivo ao cadastro de doadores de medula óssea. Caio Assis, de 16 anos, convive há 3 com a doença, e aguarda o transplante como única chance de cura.  Sua tia Rozane Souza, colaboradora da unidade Guarujá Terminal I Alfandegado, viu na empresa uma oportunidade de divulgar e desmistificar a doação de medula. “A Localfrio sempre apoia causas sociais importantes, e pensei que essa com certeza poderia ser mais uma. Procurei o departamento de Comunicação, que topou na hora e rapidamente entrou em contato com o Caio para conhece-lo melhor.”

A campanha teve início com a divulgação de material informativo aos colaboradores, revelando a facilidade do processo de cadastramento no REDOME, banco nacional de doadores, e do procedimento para a doação em caso de compatibilidade. Muitas dúvidas surgiram e a gerente de Comunicação, Mariela Braga, buscou parceiros para realizarem palestras nas unidades. “Apesar de simples, o processo ainda gera insegurança nas pessoas, por conta dos diversos mitos que existem, como a confusão entre medula óssea e espinhal. Resolvemos então trazer especialistas para dentro da empresa, que explicaram detalhadamente todas as etapas do procedimento”, revela Mariela.

Durante estes encontros, surgiu a oportunidade de realizar o cadastro in loco. “Os representantes do Pró Medula Santos, que estiveram em nossa unidade do Guarujá, nos indicaram o Laboratório de Imunologia de Marília, que já havia realizado coletas em algumas empresas. Entramos em contato e rapidamente conseguimos agendar o cadastro”, conta Mariela.

No mês de outubro, o laboratório esteve no Escritório Central e nos dois terminais da empresa no Porto de Santos, realizando 193 novos cadastros de colaboradores. Em Pernambuco, a Localfrio contou com o apoio do Hemope – Hemonúcleo de Pernambuco –  para realizar a ação. Em dois dias, foram cadastrados 127 novos doadores de medula nos dois terminais da empresa no Porto de Suape.

Para Mariela, a campanha superou as expectativas. “Para uma primeira experiência, consideramos a adesão excelente. Somos agora 320 novas chances de salvar a vida de alguém, além de propagadores de informações entre familiares e amigos”, comemora. “Vale ressaltar que tudo isso só foi possível graças ao engajamento dos nossos colaboradores, além do apoio de grupos voluntários e laboratórios que realizam o cadastro com verbas e materiais fornecidos pelo Governo Federal, a quem agradecemos imensamente”, completa.

A gerente de Comunicação revela ainda que a campanha não acaba por aqui. “Divulgamos a ação em nossas redes sociais e algumas empresas do setor já nos procuraram em busca de informações e contatos. A ideia agora é envolver os nossos clientes, parceiros e até mesmo os concorrentes nessa corrente do bem, mostrando a eles a facilidade de realizar esta campanha, que teve custo zero e trouxe um resultado de valor inestimável”.